2019 em revista: Agosto acabou com sede da Eurovisão 2020 definida
Créditos: NPO/CLEVER°FRANKE

2019 em revista: Agosto acabou com sede da Eurovisão 2020 definida

27/12/2019 0 Por Bernardo Matias

O mês do verão por excelência, agosto, foi um pouco mais ‘parado’ em termos de novidades eurovisivas, mas nem por isso deixou de ter acontecimentos dignos de registo na rubrica 2019 em revista.

O mais importante a registar aconteceu no fim do mês: Roterdão foi anunciada como cidade anfitriã do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2020 nos dias 12, 14 e 16 de maio, derrotando Maastricht no processo de seleção.

As emissoras da Eslovénia e da Sérvia deram início à procura de candidatos a representar os respetivos países. Também a Bielorrússia, Estónia e República da Irlanda confirmaram a permanência no certame, enquanto na Noruega foram definidas as datas da 60.ª edição do Melodi Grand Prix – com a final a 15 de fevereiro. No caso da Estónia, também foi definido em agosto que o Eesti Laul teria a final a 29 de fevereiro de 2020.

Por outro lado, na Suécia anunciou-se que o Melodifestivalen 2020 continuaria a ter a final em Estocolmo, neste caso a 7 de março. No mesmo país, Amanda Aasa ganhou o P4 Nästa e como prémio uma vaga no certame que selecionará o representante sueco no ESC 2020. Em Itália, ficou a conhecer-se o novo diretor artístico do Festival de Sanremo, Amadeus. Por outro lado, a SBS anunciou a renovação da aposta no Eurovision – Australia Decides como método de seleção para 2020.

Já em Portugal, a RTP divulgou o regulamento do Festival da Canção 2020, confirmando moldes em tudo similares aos anos recentes com 16 canções a concurso. Também por cá, Setúbal recebeu a 31 de agosto mais uma edição do Eurovision Live Concert.

Quanto ao Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC), Eliana Gómez Blanco e Sophia Ivanko foram eleitas como representantes de Malta e Ucrânia, respetivamente. Foram igualmente conhecidos os apresentadores do certame: Alexander Sikora, Ida Nowakowska e Roksana Węgiel.

No filme Netflix sobre a Eurovisão, Dan Stevens e Demi Lovato foram confirmações de peso no elenco, surgindo ambas em agosto. Fora do ESC, a 3 de agosto realizou-se a segunda edição do Eurovision Choir, que culminou com o triunfo da Dinamarca – representada pelo grupo Vocal Line. Portugal não esteve a concurso.

Partilhar o artigo: