2019 em revista: Em maio, Duncan Laurence e a Holanda venceram o ESC 2019
Créditos da imagem: Andres Putting

2019 em revista: Em maio, Duncan Laurence e a Holanda venceram o ESC 2019

22/12/2019 0 Por Bernardo Matias

O mês mais importante do ano eurovisivo, maio, está em foco na quinta parte da nossa rubrica 2019 em revista. Em maio, realizou-se o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2019, pelo que naturalmente é um mês no qual muito girou em torno do certame no que toca aos acontecimentos.

Logo no dia 4 de maio tiveram início os ensaios dos artistas, com Conan Osíris a ser dos que ensaiou apenas no dia seguinte. Ainda na primeira semana de maio, surgiram ameaças ao ESC em Israel, com o grupo Hamas a alertar para a possibilidade de levar a cabo ações que afetassem o certame.

Nada que tenha afetado o programa normal dos ensaios, que decorreu normalmente. Entretanto, também nestes primeiros dias de maio, o vencedor de 2015, Måns Zelmerlöw, revelou a vontade de regressar no futuro para lutar pela vitória novamente.

E, mesmo antes do ESC deste ano, a Dinamarca fez questão de confirmar a presença em 2020 bem como o Dansk Melodi Grand Prix como método de seleção do representante. A Bélgica também assegurou a presença em 2020.

Para além do evento propriamente dito, ficou a saber-se que Will Ferrell continuaria a trabalhar no seu filme para a Netflix e surgiram rumores (mais tarde confirmados) de que Rachel McAdams teria um papel. Desde Tel Aviv, surgiu a novidade de que está a ser trabalhada uma versão da Eurovisão para os Estados Unidos da América.

A 14 de maio aconteceu a primeira semifinal do ESC 2019, com a eliminação de Portugal. Dois dias depois, não só aconteceu a segunda semifinal fechando o lote de 26 finalistas, como também foi definitivamente confirmada a participação especial de Madonna depois de alguma incerteza.

ÚLTIMA HORA: Portugal falhou apuramento para a final da Eurovisão 2019

18 de maio foi o dia mais aguardado pelos fãs eurovisivos, com a final do ESC 2019. Horas antes, tinham sido revelados os vencedores dos prémios Marcel Bezençon: Duncan Laurence (Imprensa), Kate Miller-Heidke (Artístico) e Mahmood (Compositores). Quanto ao ESC, terminou com emoções fortes e o triunfo da Holanda graças à interpretação de Arcade por Duncan Laurence.

Depois do resultado, rapidamente começou a crescer o interesse de várias cidades holandesas em sediar o ESC 2020, entre elas Roterdão, Utrecht e Zwolle. Entretanto, Austrália, Áustria, Israel, Moldávia, São Marino e Suécia juntaram-se ao rol de países confirmados para a edição do ano que vem, enquanto a Albânia anunciou que o Festivali i Këngës continuaria a ser o método de seleção.

Na final do ESC 2019, os islandeses Hatari instalaram a polémica ao exibirem cachecóis alusivos à Palestina, enquanto dois dos dançarinos de Madonna também passaram uma mensagem política de aproximação entre Israel e Palestina.

Foi também em maio que Portugal confirmou em definitivo a participação no Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) 2019, numa inédita terceira presença consecutiva. O mesmo fez a Albânia alguns dias depois, ao passo que a Geórgia elegeu Giorgi Rostiashvili como o seu representante e a República da Irlanda começou à procura de candidatos para o certame infanto-juvenil.

Partilhar o artigo: