2019 em revista: Novembro coroou a Polónia como vencedora do JESC e viu confirmados os compositores do FC 2020

2019 em revista: Novembro coroou a Polónia como vencedora do JESC e viu confirmados os compositores do FC 2020

29/12/2019 0 Por Bernardo Matias

No penúltimo mês do ano de 2019, realizou-se o Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC), conheceram-se os compositores a concurso no Festival da Canção 2020, foi conhecido o logótipo do Festival Eurovisão da Canção (ESC) e mais participantes no certame. Novembro é o destaque da 11.ª e penúltima parte da rubrica 2019 em revista.

Logo no dia 6 de novembro surgiu uma das novidades mais aguardadas pelos fãs eurovisivos portugueses, ao serem revelados os 16 compositores a concurso no Festival da Canção, bem como as datas do concurso com a final a 7 de março. Nas semanas seguintes, alguns dos compositores divulgaram um pouco mais dos seus planos: João Cabrita e Tiago Nacarato descartaram serem intérpretes, ao contrário dos Blasted Mechanism. Foi igualmente sorteado o alinhamento das semifinais.

ÚLTIMA HORA: Eis os 16 compositores do Festival da Canção 2020

O outro grande destaque de novembro foi o JESC 2019. Na semana que culminou a 24 de novembro, Gliwice recebeu na moderna Gliwice Arena os intérpretes e delegações de 19 países, bem como a imprensa – com o e-FestivalPT presente, podendo ver ou rever os exclusivos nesta ligação.

O espetáculo culminou com o inédito segundo triunfo consecutivo da Polónia com Viki Gabor e o tema Superhero. De resto, foram quebrados vários recordes com este resultado. Portugal, representado por Joana Almeida e a canção Vem Comigo (Come with Me) teve o seu melhor resultado de sempre ao ser 16.º entre 19 países.

De volta ao ESC 2020, no dia 28 de novembro foram revelados o logótipo e design oficiais do certame, acompanhando o slogan Open Up. Por outro lado, a regressada Bulgária anunciou VICTORIA como a sua representante no dia 25 de novembro, quatro dias antes de Chipre anunciar Sandro Nicolas. Na Finlândia, foi divulgada a data do certame de seleção nacional, o UMK, para 7 de março.

A ERR, da Estónia, divulgou os temas a concurso no Eesti Laul, o seu certame de seleção para o ESC 2020. A emissora CT, da República Checa, anunciou Cyril Hirsch como chefe de delegação e, dias depois, o cancelamento da final nacional televisionada substituindo-a por um formato de votação online. Enquanto isso, a Arménia confirmou que o Depi Evratesil continuaria a ser o método de seleção para o ESC 2020.

Por outro lado, a Austrália começou a revelar os candidatos ao Australia Decides, que mais uma vez é a aposta para selecionar o representante no ESC, e na Noruega a NRK divulgou o formato concreto do Melodi Grand Prix – com cinco semifinais regionais para apurar quatro participantes na final, os quais se juntam a cinco selecionados automaticamente. E foi também anunciado que a final seria fora de Oslo pela primeira vez em 31 anos, deslocando-se para Trondheim. Já a Croácia confirmou a data do Dora 2020, dia 29 de fevereiro.

No mês em que se ficaram a conhecer oficialmente os países participantes no ESC 2020, Montenegro revelou que estaria ausente mesmo antes de divulgada a lista oficial de países a concurso, no dia 13 de novembro. Também se ficou a saber que o sorteio das semifinais seria a 28 de janeiro.

EBU confirma 41 participantes no ESC 2020; Hungria e Montenegro saem, Bulgária e Ucrânia voltam

De referir ainda que, por cá, o mês de novembro ficou marcado, pelo lado menos positivo, pelos óbitos de José Mário Branco e de Eduardo Nascimento – ele que representou Portugal no ESC em 1967 com o tema O Vento Mudou.

Partilhar o artigo: