Alex Callier (Hooverphonic): “Vamos tentar levar aquele som típico dos Hooverphonic ao palco da Eurovisão”
Fonte da imagem: facebook.com/HooverphonicOff

Alex Callier (Hooverphonic): “Vamos tentar levar aquele som típico dos Hooverphonic ao palco da Eurovisão”

09/11/2019 0 Por Bernardo Matias

Os Hooverphonic foram selecionados internamente pela emissora VRT para representar a Bélgica no Festival Eurovisão da Canção (ESC). A banda, que recusou várias vezes um convite, acabou agora por aceitar, convicta de que tem a canção certa, e pretende levar a sua sonoridade ao palco do certame.

Alex Callier, um dos elementos do grupo, referiu ao site songfestival.be que o objetivo é levar o som característico da banda ao ESC: “Gostaríamos de dizer que vamos dar 150 por cento e tentar não desapontar ninguém. E vamos tentar levar aquele som típico dos Hooverphonic ao palco da Eurovisão, essa é a ideia. Isso foi algo que deixámos muito claro à VRT desde o início: queremos fazer isto, mas tem de ser autêntico dos Hooverphonic”.

Questionado sobre que tipo de canção é possível esperar, o músico explicou qual é a ideia: “Tem de ter a energia certa porque, sejamos honestos, isso é muito importante para nós. Dissemos ‘não’ durante muito tempo porque não tínhamos uma canção suficientemente boa. Num momento escreves uma canção e chegas à conclusão que tem uma boa energia, é contemporânea mas não cliché, um pouco ousada, é muito difícil de equilibrar”.

No entender dos Hooverphonic, segundo Alex Callier, um exemplo a seguir é o de Amar pelos Dois de Salvador Sobral: “Todos repararam que quando uma canção é um pouco diferente do resto, por exemplo a canção do Salvador Sobral, torna-se muito bem-sucedido. É ligeiramente diferente mas altamente eficaz. É muito importante e foi nisso que trabalhámos e ainda estamos a trabalhar. Temos a nossa demo mas precisa de ser gravada em estúdio”.

Partilhar o artigo: