Barbara Pravi: “Se os Måneskin tivessem sido desclassificados, eu nunca teria aceitado o primeiro lugar”
Créditos da imagem: EBU/Andres Putting

Barbara Pravi: “Se os Måneskin tivessem sido desclassificados, eu nunca teria aceitado o primeiro lugar”

11/06/2021 0 Por Bernardo Matias

Os Måneskin foram acusados de consumo de droga por parte do vocalista Damiano David na green room do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2021 devido a imagens televisivas consideradas suspeitas por vários fãs. Chegou-se mesmo a pedir a desclassificação dos vencedores, que representaram Itália, antes de se provar que não tinham existido quaisquer drogas.

Em caso de desclassificação, ficaria em primeiro lugar Barbara Pravi. A representante de França disse recentemente ao Sudinfo que lamenta esta polémica e nem aceitaria vencer pela exclusão dos adversários. Nas suas declarações, começou por referir:

– Tenho a impressão de que a polémica não está necessariamente inerente à Eurovisão, mas a qualquer um que se torne figura pública. Não entendo este truque de querer irritar o mundo! Quando eu vi a polémica, disse a mim mesma que era muito triste. Os italianos não pediram nada, eu também não”.

Barbara Pravi vincou então que, em caso de desclassificação dos Måneskin, não teria aceitado a vitória: ’E se eles tivessem sido desclassificados, eu nunca teria aceitado o primeiro lugar. Eles foram eleitos pelo público, são extremamente conhecidos, o que eles fazem é muito porreiro, por isso é normal eles terem ganho”.

Partilhar o artigo: