Carolina Torres elogia Conan Osíris: “Ele vai ao ESC porque representa muito melhor o nosso país”
Créditos da imagem: RTP-Pedro Pina

Carolina Torres elogia Conan Osíris: “Ele vai ao ESC porque representa muito melhor o nosso país”

17/03/2019 0 Por Bernardo Matias

A apresentadora e ex-concorrente do ‘Ídolos’ Carolina Torres não poupa em elogios a Conan Osíris, considerando o representante de Portugal no Festival Eurovisão da Canção (ESC) inteligente e alguém com quem se identifica. Além disso, comentou a canção Telemóveis e defendeu que quando o certame estiver pronto para alguém como Conan Osíris não será muito valioso participar.

Numa entrevista ao site Fama ao Minuto, Carolina Torres começou por salientar: “O país precisa muito de muitos Conan Osíris. Acho-o mesmo incrível, é muito inteligente, está só a fazer a cena dele”. De seguida, revelou identificar-se com o músico por representar as pessoas desenquadradas que habitam nas maiores cidades do país (Lisboa e Porto) embora sejam oriundas de terras mais pequenas.

No que toca ao tema Telemóveis, Carolina Torres comentou o eventual significado da letra, a qual passou a olhar com outros olhos depois de inicialmente não ter interiorizado: “A primeira vez que ouvi a música dele não entrou, mas depois pensei assim: ‘e se este gajo não estiver a falar de telemóveis? E se isto não for sobre telemóveis?’. Na verdade, nós apaixonámo-nos todos os dias ou travamos conhecimentos a partir do telemóvel. É a cena mais pessoal que podes fazer a uma pessoa. Permites-te apaixonar por uma coisa que está na tua mão. Começas a falar com uma rapaz ou uma rapariga e ela manda-te mensagens e tu começas a imaginar que aquela pessoa existe de uma determinada maneira e a única coisa que vos está a ligar são telemóveis”.

Por outro lado, a apresentadora destacou as várias influências musicais de Telemóveis e recordou que Portugal tem “um povo de influências”. Na opinião de Carolina Torres, Conan Osíris “mistura muitas coisas”, com a interpretação ao estilo do fado, e também “era como o António Variações cantava, tem batidas meias africanas com algo meio indiano”. Em suma, para a apresentadora, trata-se de uma proposta “muito mais interessante do que as pessoas pensam”.

E uma segunda vitória portuguesa na Eurovisão? Na opinião de Carolina Torres é algo difícil de se concretizar. Não obstante, sustentou: “Ainda bem que não, porque no dia em que a Eurovisão tiver pronta para um Conan Osíris, já não vale muito a pena fazer parte da Eurovisão. Ele vai para lá porque representa muito melhor o nosso país, com todo o respeito a toda a gente, mas não podes ser só uma pessoa que canta muito bem. Tens de ter qualquer coisa para dizer e sinto que ele tem e isso é muito fixe”.

Partilhar o artigo: