Caso encerrado: descartado uso de drogas do vocalista dos Måneskin no ESC 2021
Créditos da imagem: EBU/Thomas Hanses

Caso encerrado: descartado uso de drogas do vocalista dos Måneskin no ESC 2021

24/05/2021 0 Por Bernardo Matias

O caso mais polémico do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2021 está definitivamente encerrado. Não houve qualquer consumo de droga na green room durante a final.

O caso surgiu depois de o vocalista dos vencedores Måneskin (de Itália), Damiano David, ter sido visto a baixar a cabeça para a mesa na green room, com várias pessoas a insinuarem na internet um consumo de cocaína.

A União Europeia de Radiodifusão (EBU) emitiu agora um comunicado que dá o caso como encerrado. O teste de despiste de drogas feito esta segunda-feira a Damiano David deu negativo, conforme a entidade conferiu.

Por ouro lado, foram revistos factos por parte da EBU, incluindo as imagens e filmagens disponíveis, e concluiu-se que não houve consumo de drogas na green room. Assim, considera-se o caso fechado.

Partilhar o artigo: