Daniel Matejča levou República Checa à primeira vitória na Eurovisão Jovens Músicos 2022
Imagem: Captura de ecrã WDR

Daniel Matejča levou República Checa à primeira vitória na Eurovisão Jovens Músicos 2022

24/07/2022 0 Por Bernardo Matias

República Checa foi este sábado a grande vencedora da Eurovisão Jovens Músicos 2022. O país foi representado por Daniel Matejča no regresso do certame após quatro anos, conseguindo a primeira vitória da história.

O evento aconteceu no The Corum em Montpellier (França), contando com nove países a concurso. Os nove artistas interpretaram obras em diversos instrumentos: clarinete, piano, violino, violoncelo e trombone.

O júri de cinco elementos determinou os resultados. A República Checa foi a mais votada, com Daniel Matejča a interpretar Concerto para Violino N.º 1, 3.º e 4.º movimentos Cadenza, Allegro com brio/Presto, de Dmitri Chostakovich.

Para além do troféu, o artista irá atuar no Festival de Musique Radio France Occitanie Montpellier em 2023. A Alemanha ficou com o segundo prémio e a Noruega no terceiro posto.

Resultados da Eurovisão Jovens Músicos 2022

1.º República Checa: Daniel Matejča – Concerto para Violino N.º 1, 3.º e 4.º movimentos Cadenza, Allegro com brio/Presto, de Dmitri Chostakovich (Violino)
2.º Alemanha: Philipp Schupelius – Pezzo Capriccioso op. 62, de Piotr Ilyich Tchaikovsky (Violoncelo)
3.º Noruega: Alma Serafin Kraggerud – Introdução e Rondo Capriccioso op. 28, de Camille Saint-Saëns (Violino)

Restantes participantes

  • Áustria: Alexander Svetnitsky-Ehrenreich – Concerto para Clarinete N.º 2 em Mi bemol maior, 3.º movimento Alla Polacca, de Carl Maria von Weber (Clarinete)
  • Bélgica: Thaïs Defoort – Concerto para Violoncelo em Mi menor op. 85, 1.º movimento, de Edward Elgar (Violoncelo)
  • Croácia: Ivan Petrović-Poljak – Concerto para Piano N.º 1 em Mi bemol menor, de Franz Liszt (Piano)
  • França: Maxime Grizard – Concerto para Violoncelo, de Antonín Dvořák (Violoncelo)
  • Polónia: Milena Pioruńska – Concerto para Violino N.º 2 em Ré menor, de Henryk Wieniawski (Violino)
  • Suécia: Lukas Flink – Concerto para Trombone, 1.º movimento, Andante et Scherzo-Valse, de Henri Tomasi (Trombone)
Partilhar o artigo: