ESC 2024 Destaque secundário Festival Eurovisão da Canção

Dupla polémica em torno da canção alegadamente escolhida por Israel para a Eurovisão 2024

Dupla polémica em torno da canção alegadamente escolhida por Israel para a Eurovisão 2024 Imagem: Captura de ecrã Channel 12
Partilhar o artigo:

A participação de Israel no Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2024 continua a gerar polémica e, agora, é uma das canções propostas no centro da controvérsia. Eden Golan vai ser a intérprete, depois da vitória no HaKokhav HaBa.

Segundo o Israel Hayom, a canção alegadamente escolhida, October Rain, refere-se aos ataques que o Hamas levou a cabo em Israel a 7 de outubro do ano passado provocando mais de um milhar de vítimas mortais. Desde então, o país atacado encetou uma guerra violenta na Faixa de Gaza que já resultou em milhares de óbitos e de refugiados civis.

A letra é maioritariamente em Inglês, mas tem dois versos em Hebraico. No entanto, há dois problemas. Primeiro que tudo, há dúvidas sobre a sua elegibilidade devido à natureza política do título. No passado, já outras canções foram «barradas» pela União Europeia de Radiodifusão (EBU) por esse motivo, como I Don’t Want to Put In da Geórgia em 2009 ou a proposta da Bielorrússia em 2021.

Mas, mesmo se a EBU aceitar October Rain, há outro obstáculo: a canção foi escrita por Avi Ohayon e Keren Peles, com Stav Beger a juntar-se depois de a canção estar escrita. Acontece que Stav Beger quer ser creditado como um dos produtores, ao passo que Avi Ohayon lhe quer dar um crédito menor que resultará em «royalties» mais baixos. Se não se chegar a um acordo, Avi Ohayon ameaçou retirar a canção.

Sobre o autor

Bernardo Matias

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.