Eis os últimos finalistas da terceira edição do The Voice Kids
Imagem: RTP

Eis os últimos finalistas da terceira edição do The Voice Kids

25/07/2022 0 Por Bernardo Matias

Está fechado o elenco de finalistas da terceira edição The Voice Kids. Na segunda gala em direto, mais 12 jovens concorrentes se apresentaram, em busca de uma das últimas quatro vagas na grande final de 31 de julho. As votações telefónicas estão já abertas

 

O resumo da gala

A canção Tempo de Seguir serviu de abertura a esta gala de semifinal do The Voice Kids, com Mickael Carreira a interpretar junto dos concorrentes da noite.

 

  • Juliana Matado (Equipa Bárbara Tinoco): Eliminada
    • Canção interpretada: Scars to Your Beautiful (de Alessia Cara)
    • Situação: Eliminada
    • Declaração da mentora (Bárbara Tinoco): “Sou muito fã da Juliana e ela levou a tarefa desta canção mesmo à letra. Esta canção fala um bocadinho sobre a indústria da moda e de como as modelos muitas vezes, para serem muito magrinhas, passavam fome e desmaiavam, e não é que a Juliana me desmaia nos ensaios?! […]. Acho que superaste todas as expectativas. Nos ensaios, a voz impecável, tudo impecável, ela impecável. Mas houve uma coisa que ela não fez nos ensaios que foi as expressões faciais, saber exatamente aquilo que estava a dizer. Se calhar estava com vergonha, se calhar ainda não estava a sentir. Os artistas a sério têm muito uma coisa que é: «Eu depois no palco faço, agora vou fazer assim e depois no palco faço». Os artistas são quase todos assim, e a Juliana é artista e fez no palco”.

 

  • Salvador Palmela (Equipa Carolina Deslandes): Eliminado
    • Canção interpretada: Zorro (de António Zambujo)
    • Situação: Eliminado
    • Declaração da mentora (Carolina Deslandes): “Há várias coisas a frisar no meu Salvador. A primeira é que eu acho-te um intérprete muito requintado; para a tua idade, então, para mim é um escândalo. Tens 13 anos, respeitas os silêncios, respeitas os poemas. Há uma idade em que é muito difícil respeitar os silêncios das canções porque temos muita energia e achamos que quanto mais coisas  pusermos na canção, mais nos destacamos. E é o oposto, as canções têm silêncios porque tudo o que vive precisa de respirar. E tu entendes isso muito bem. Respeitas os silêncios, cantas uma canção que já ouvimos muitas vezes com o teu tempo, com as tuas pausas, foste tu que pediste para ter este bocadinho para fazeres esse vocalizar e improviso e dar o ar da tua graça. A segunda coisa é que tu és um menino bom . És bom com os teus colegas, és bom comigo, és bom com a equipa. É muito educado, muito bonzinho. Aquilo que se vê aqui é o que ele é efetivamente: sempre de sorriso, sempre querido. E tem sido um gosto estar perto de ti porque és mesmo, mesmo, bom colega e bom menino, e isso deixa-me muito feliz. Por último, é a terceira vez que sobes ao palco para cantar e todas as vezes que subiste cantaste em Português. Todas as vezes. E acho que isso é de louvar. A maioria das opções que me enviaste foram em Português, o que mostra que a Língua Portuguesa está num tempo áureo, recomenda-se. Cada vez há música portuguesa em mais sítios, há mais música portuguesa a ser feito. E tu tens trazido isso contigo. Acho isso muito bonito. Obrigada, parabéns”.

 

  • Noa Rangel (Equipa Fernando Daniel): Eliminada
    • Canção interpretada: Beautiful (de Christina Aguilera)
    • Situação: Eliminada
    • Declaração do mentor (Fernando Daniel): “Estou a adorar trabalhar com a Noa. Não vou individualizar ninguém, mas há uma característica da Noa que me sobressai na forma como gosto de trabalhar, que é: a Noa consegue ser, e vou dizer isto no bom sentido, ser mais chata do que eu. «Fiz isto, vê!». Mas ainda bem, ela queria fazer o melhor possível, e fizeste o melhor possível. Foi sempre cada vez melhor, desde os ensaios até aqui. Dos áudios que me enviaste. Estou muito orgulhoso de ti, Noa. Foi para arriscar; sabíamos que tens uma voz super poderosa, todos nós sabemos. Acho que ninguém neste estúdio conseguiu ficar indiferente a esta atuação, à tua voz, à tua prestação. Tenho a certeza que a vida te vai sorrir muito na música. E estás de parabéns, estou mesmo orgulhoso”.

 

  • Bia Antunes (Equipa Carlão):
    • Canção interpretada: Andorinhas (de Ana Moura)
    • Situação:
    • Declaração do mentor (Carlão): “A Bia é a candidata das minhas equipas que conheço há menos tempo, porque veio da equipa do Fernando. E ela é super trabalhadora. Aquele percalço que aconteceu na música acho que a culpa foi minha, porque acho que ela olhou para mim, eu ia cantar um bocado antes do tempo e ela foi atrás de mim. Acho que foi, a sério. Mas muito obrigado, Bia, porque adoro Ana Moura, adoro Andorinhas – acho que é das melhores canções que ela já fez. E a Bia, com a voz dela, deu-me a oportunidade de sugerir este tema e de trazer este tema que acho tão bom e tão representativo daquilo que é a nova música portuguesa e o novo fado; um fado mestiço de várias identidades. A Bia, a primeira vez que cantou o tema mandou-me o vídeo e fiquei assoberbado porque realmente é um vozeirão, é uma alma enorme. E gostei muito da prestação, gostei muito dos bailarinos, da parte cénica toda. E obrigado, Bia. Acho que fui eu que te induzi em erro; espero bem que não tenha sido. Seja como for, para mim não manchou em nada e foi incrível. Obrigado”.

 

  • Rúben Antunes (Equipa Bárbara Tinoco): Eliminado
    • Canção interpretada: Perto de Mim (de SYRO)
    • Situação: Eliminado
    • Declaração da mentora (Bárbara Tinoco): “Eu acho que é há uma coisa muito engraçada no Rúben: é que acho que vir a este programa fez-lhe muito bem. Nós conhecemos o Rúben e ele era muito tímido, muito fechado para dentro. E, todas as vezes que nós fomos ensaiando, de todas a vezes que nós fomos falando, ele ia-se abrindo um bocadinho mais, ele ia falando um bocadinho mais, ia sorrindo um bocadinho mais – que ele não sorria! É um menino muito bom, e na verdade o The Voice Kids é isto também: virem para aqui divertirem-se, aprenderem. Eu, no fundo, senti que vi crescer o Rúben que até sinto que é um menino tão mais feliz. E por isso fiquei muito contente. E olha, acho que não acreditavas que chegavas às galas e estás aqui! E estiveste muito bem, muito bem”.

 

  • Andreia Santos (Equipa Carolina Deslandes): Eliminada
    • Canção interpretada: Creep (dos Radiohead)
    • Situação: Eliminada
    • Declaração da mentora (Carolina Deslandes): “Tu tens uma característica que admiro muito, que é: tens muita certeza. E acho que às vezes, nós a crescer como mulheres, as pessoas têm a mania de olharem depreciativamente para uma mulher com muita certeza – ou é muito autoritária, ou é muito chata, ou é muito… . E uma mulher com muita certeza, é uma mulher com muita certeza. Ponto. Com legitimidade. A vida é nossa, a carreira é tua, a oportunidade é tua, e eu gosto quando vocês têm esse «input». Sabes o que tu queres. Tivemos um primeiro FaceTime em que não era nada disto. E depois  bater bola e houve um dia em que me mandaste esta versão a tocar ao piano e eu passei-me. E tu também querias muito fazer. Depois enviei-te uma mensagem a dizer «HABEMUS CREEP », quando a canção foi aprovada. E tu sabes o que tu queres, e quando queres, queres com muita força. E isto é muito bonito porque estar perto de vocês é uma relação de reciprocidade:  não somos só nós que temos coisas para vos dizer. A tua certeza dá-me certeza a mim, entendes? E então venho para aqui e quase  que és tu que me levas pelas mãos. Tu ensaias, quase não te dou diretrizes nenhumas, sabes o que queres fazer, foste tu que me enviaste a ideia deste arranjo. Sabias o que querias fazer. A única que vos digo é: «hidratem-se e cuidem da vossa voz». E nisso eu sou chata. Mas sabes o que que tu queres, sabes quem é que tu és. E eu estou só aqui ao lado, e é maravilhoso estar ao lado e é maravilhoso poder também assistir à tua certeza. Muitos parabéns”.

 

  • Lúcia Vicente (Equipa Fernando Daniel): Eliminada
    • Canção interpretada: Can’t Help Falling in Love (de Elvis Presley)
    • Situação: Eliminada
    • Declaração do mentor (Fernando Daniel): “A Lúcia, no ano passado, veio cá e cantou na Prova Cega. Nenhum dos quatro mentores virou. E hoje chega cá assim, mas nesta edição chegou com a certeza de que queria ir o mais longe possível, que o «ainda não que lhe demos» – e costumamos frisar isso nas Provas Cegas, que não é um «não», é um «ainda não» porque queremos deixar essa porta aberta para que treinem e voltem. Porque,  mesmo que não seja ao nível profissional, a música tem de estar na nossa vida. É boa para o estado de espírito, é boa mesmo para tudo. Sou um sortudo por poder fazê-lo profissionalmente. E a Lúcia chegou com essa vontade de «eu vou ser melhor, eu quero fazer melhor, eu quero chegar mais longe» – não pôs um limite de onde queria chegar. Acredito que a Lúcia queira chegar à final, que queira vencer E acredito que na minha equipa essa é a mentalidade: chegar aqui, ir o mais longe possível, vencer, mas que não seja só uma vitória – que seja toda uma aprendizagem neste percurso que os possa ajudar ao máximo. Quando escolhi esta música para a Lúcia, ela conhecia – a música é muito conhecida pelo Elvis. E, de repente, ela disse: «Olha, estive a ver algumas versões e quero aproximar-me desta versão da Céline Dion». E eu fiquei assim: «Já para cima, assim, uma das maiores cantoras do panorama mundial, com uma capacidade vocal enorme? Bora!». Quando esta certeza parte deles, para nós é um orgulho – perceber que eles querem realmente isto e não têm medo de arriscar. E este é o momento certo para arriscar. Ainda hoje lhe disse: este é o momento certo para arriscar, não sabemos se amanhã vais estar a escolher a música para a final ou se vais estar a chorar – mas com felicidade – de teres participado e não teres continuado. Portanto, arriscar é agora, no presente, é enquanto se está em cima desse palco, é mostrar aquilo que queremos fazer ao mundo”.

 

  • Margarida Rodrigues (Equipa Bárbara Tinoco): Apurada/Finalista
    • Canção interpretada: Stone Cold (de Demi Lovato)
    • Situação: Apurada/Finalista
    • Declaração da mentora (Bárbara Tinoco): “A única promessa que fiz à Margarida caso ela me escolhesse é que eu ia ser corajosa com ela. E eu sou zero: eu é sempre «em caso de correr mal o que fazemos», e não «vai correr bem». E a Margarida… mandámos uma à outra uma lista de canções e eram todas as mais difíceis de cantar do mundo! E ela escolheu esta e acho que lhe ficou muito bem. A Margarida veio cantar comigo quando fui cantar à terra dela. Eu disse à minha banda: «Ela vem cantar o Sei Lá». E eles disseram: «Vai cantar o Sei Lá, é o single, tens a certeza?». E eu ri-me, e disse, com um ar de superioridade: «Estejam descansados, está tudo bem». E ela foi, arrasou, e ela arrasa sempre. Estou muito orgulhosa desta atuação, que sei que trabalhaste muito, muito, muito – todos os pormenores. Parabéns!”.

 

Findas as atuações da equipa de Bárbara Tinoco, e após um intervalo, foram fechadas as linhas do televoto. O público elegeu Margarida Rodrigues como finalista.

 

  • Laura Pereira (Equipa Carlão):
    • Canção interpretada: Be The One (de Sinead Harnett)
    • Situação:
    • Declaração do mentor (Carlão): “Foi ela que escolheu a música, e acho que isso se nota. Ela faz esta canção com um sentimento, com uma entrega muito especiais. Estou muito feliz pela prestação da Laura porque sei que isto é muito importante para ela. Ela está a viver esta experiência de uma forma muito emocional, com muita entrega, mas também a fruir muito dos momentos, sempre com um sorriso nos lábios. Acho que esta prova cabe num The Voice Kids, como cabe num The Voice adultos, como cabe num Gerações. Cabe em qualquer The Voice, foi mesmo muito boa. Laura, estou muito feliz! Adoro a canção, adoro a maneira como a Laura a canta. Estou a vir de um concerto de ontem na Madeira, uma viagem maluca, com muitas peripécias. E hoje de manhã ouvi não só a Laura, mas os ensaios das outras três meninas. E à tarde disseram-me que à noite estiveram um bom bocado no quarto de uma delas a conversarem e a serem amigas e isto é tão bonito. Estou mesmo feliz com a minha equipa de hoje. Mas agora estamos a falar desta prestação. Para mim, pronto, foi a prestação da noite”.

 

  • Beatriz Silva (Equipa Carolina Deslandes): Apurada/Finalista
    • Canção interpretada: Quero é Viver (de António Variações/Humanos)
    • Situação: Apurada/Finalista
    • Declaração da mentora (Carolina Deslandes): “Quero dar-te os parabéns. Esta foi a vez que correu melhor, de todos os ensaios, de todo o percurso até aqui. Porque acho que tu és muito, muito atenta. És assim uma esponja de sabedoria, de conhecimento, de apanhar tudo o que te vão dizendo. Vais ouvindo sempre, vais trabalhando sempre. Cada vez que repetimos uma passagem nos ensaios, dei-lhe uma dica qualquer e ela está assim: «Ter atenção a não sei quê». E eu estou a ouvi-la porque ela fica a dizer alto para se lembrar e interiorizar. Ela é uma lufada de ar fresco neste programa, na televisão, porque tem uma eloquência a falar. O vocabulário, o tipo de raciocínio, és de uma generosidade com os teus colegas. E ela disse-me: quando nós chegámos a esta canção, eu disse: «Eu gostava muito de te ouvir esta canção». Porque acho que isto é o casamento perfeito da música portuguesa que ela canta tão bem com a personalidade. Esta coisa do quero viver, quero tentar, quero descobrir. E estou muito, muito, muito orgulhosa, mesmo muito orgulhosa. Tem nove anos, é a nossa candidata mais nova. Não é fácil ser a mais nova, não é fácil ver os grandes todos a entrarem pelo palco e já todos mais para a frente. Mas tu vives e desfrutas da tua idade. Não queres andar nem para a trás, nem para a frente; estás a viver agora e acho que ensinaste toda a gente aqui a aproveitar mais isso. Eu adoro ser tua mentora, mesmo, mesmo, mesmo! E estou muito, muito, muito, orgulhosa. Muito, muito, muito!”.

 

Depois da atuação de Beatriz Silva, houve uma interpretação dos concorrentes da noite, num medley de quatro temas dos respetivos mentores Assobia para o Lado (Carlão), Não me Importo (Carolina Deslandes), Outras Línguas (Bárbara Tinoco) e Tal Como Sou (Fernando Daniel).

 

Após este momento, houve o encerramento do televoto na equipa Carolina Deslandes. Beatriz Silva foi eleito como finalista.

 

  • Madalena Dias (Equipa Fernando Daniel): Apurada/Finalista
    • Canção interpretada: Read All About It (de Emeli Sandé)
    • Situação: Apurada/Finalista
    • Declaração do mentor (Fernando Daniel): “Achei que a música vestia muito bem na Madalena. Eu sou meio de «pancas» com isto. Ainda vamos nas Provas Cegas e já tenho uma lista nas notas de telefone com cinco músicas para cada um deles. Passem ou não passem, já estou a imaginar esta pessoa a cantar esta música, esta aquela. E esta música… ouvi a música na rádio, estava uma vez a caminho de casa, e automaticamente pensei na Madalena. Acho que é a cara da Madalena. E hoje tive uma conversa com ela, depois do ensaio, e há uma coisa que há muito engraçada, que é: ela é muito diferente de mim, e é isso que me cativa nela. Eu sou muito focado nas coisas, às vezes até stresso por perfecionismo a mais, por tentar ser o mais perfeito possível. A Madalena é «relaxa, relaxa». […]. Para cantar não é só ter boa técnica, não é só saber dizer bem umas coisas, falar bem a Língua que estamos a cantar; é preciso ter bom coração para saber cantar e para saber entregar uma letra, respeitar uma letra e respeitar uma história. E a Madalena teve isso tudo: a Madalena teve coração, e por ter o coração na boca é que a respiração falhou. Mas correu super bem. Esta cadeira está aqui porque no último ensaio, hoje, ela estava em pé e eu disse: «Vejo-te a cantar isto no teu quarto sozinha, numa reflexão, de forma introspetiva». E eu pensei, «vamos trazer isso para aqui». Então pediu uma a cadeira. Atrapalha sempre na respiração”.

 

A gala foi para o seu último intervalo, antes de serem fechadas as votações e revelada a finalista da equipa Fernando Daniel: Madalena Dias está na final.

 

 

  • Margarida Oliveira (Equipa Carlão):
      • Canção interpretada: Listen (de Beyoncé)
      • Situação:
      • Declaração do mentor (Carlão): “Achei incrível. Listen, de facto, não é uma música fácil. Mas quando estávamos a trocar mensagens, a ouvir várias opções, quando ouvi a Margarida a cantar esta música achei que devíamos seguir em frente. Porque acho que é o tipo de canção que ela precisa: dizem que o amor salva, e a música salva também porque a música é amor. E acho que temos estado aqui a assistir a um caminho muito bonito da Margarida e acho que fecha esta noite com chave de ouro porque foi, de facto, uma interpretação belíssima. Tanto a Bia, como a Margarida, como a Laura, tenho muita honra – e já lhes disse isto hoje – em tê-las na minha equipa. Não posso dizer orgulho porque elas é que fizeram o trabalho todo, mesmo e dedicaram-se muito a isto. Fizeram uma equipa muito bonita hoje”.

 

Esta foi a última atuação da noite. Poucos minutos depois foram fechadas as votações na equipa Carlão. Bia Antunes obteve a última vaga na final.

 

Finalistas

  • Bárbara Tinoco (2)
    • Margarida Rodrigues
    • Rita Serrano
  • Carlão (2)
    • Bia Antunes
    • Martim Helena
  • Carolina Deslandes (2)
    • Beatriz Silva
    • Nicolas Alves
  • Fernando Daniel (2)
    • Madalena Dias
    • Maria Gil
Partilhar o artigo: