Eis os vencedores dos Eurovision Awards 2021
Créditos da imagem: NPO/NOS/AVROTROS Nathan Reinds

Eis os vencedores dos Eurovision Awards 2021

03/01/2022 0 Por Bernardo Matias

Nos últimos dias de 2021, o Instagram do Festival Eurovisão da Canção (ESC) promoveu os Eurovision Awards, com a votação do público em diversas categorias, distinguindo os melhores da edição do ano passado do certame.

Conhecem-se já os vencedores. Os The Black Mamba, representantes de Portugal que ficaram em 12.º lugar do ESC com o tema Love is on My Side, estavam nomeados para Melhor Vocal. Porém, esse prémio foi para Gjon’s Tears – que interpretou Tout l’Univers levando a Suíça ao terceiro lugar.

Os Måneskin, que com a canção Zitti e Buoni levaram Itália ao triunfo, venceram os Eurovision Awards nas categorias de Melhor Indumentária e Melhor Vídeo Oficial.

 

Vencedores dos Eurovision Awards 2021

  • Adereço Mais Icónico
    • Vencedora
      • Manizha: Russian Woman (Rússia) – «Vestido» de Manizha
    • Segundos classificados
      • Daði og Gagnamagnið: 10 Years (Islândia) – Pianos/instrumentos dos artistas
    • Outros nomeados
      • Blas Cantó: Voy a quedarme (Espanha) – Lua gigante
      • James Newman: Embers (Reino Unido) – Trompetes gigantes
      • Senhit feat. Florida: Adrenalina (São Marino) – Coroa de Senhit

 

  • Melhor Coreografia
    • Vencedores
      • The Roop: Discoteque (Lituânia)
    • Segundas classificadas
      • Hurricane: Loco Loco (Sérvia)
    • Outros nomeados
      • Daði og Gagnamagnið: 10 Years (Islândia)
      • Destiny: Je Me Casse (Malta)
      • Elena Tsagrinou: El Diablo (Chipre)

 

  • Melhor Indumentária
    • Vencedores
      • Måneskin: Zitti e buoni (Itália)
    • Segundo classificado
      • TIX: Fallen Angel (Noruega)
    • Outros nomeados
      • Daði og Gagnamagnið: 10 Years (Islândia)
      • Go_A: Shum (Ucrânia)
      • Tusse: Voices (Suécia)

 

  • Melhor Não-Qualificado (para a final)
    • Vencedora
      • Albina: Tick-Tock (Croácia)
    • Segundos classificados
      • Fyr og Flamme: Øve os på hinanden (Dinamarca)
    • Outros nomeados
      • Benny Cristo: Omaga (República Checa)
      • Montaigne: Technicolour (Austrália)
      • Rafał Brzozowski: The Ride (Polónia)

 

  • Melhor Penteado
    • Vencedoras
      • Hurricane: Loco Loco (Sérvia)
    • Segunda classificada
      • Eden Alene: Set Me Free (Israel)
    • Outros nomeados
      • Blas Cantó: Voy a quedarme (Espanha)
      • Elena Tsagrinou: El Diablo (Chipre)
      • Jeangu Macrooy: Birth of a New Age (Países Baixos)

 

  • Melhor Porta-Voz
    • Vencedor
      • Olaf Yohansson (Islândia)
    • Segundo classificado
      • Epic Sax Guy (Moldávia)
    • Outros nomeados
      • Barbara (Alemanha)
      • Carola (Suécia)
      • Joel Creasey (Austrália)

 

  • Melhor Vocal
    • Vencedor
      • Gjon’s Tears: Tout l’Univers (Suíça)
    • Segunda classificada
      • Eden Alene: Set Me Free (Israel)
    • Outros nomeados
      • Anxhela Peristeri: Karma (Albânia)
      • Destiny: Je Me Casse (Malta)
      • The Black Mamba: Love is on My Side (Portugal)

 

  • Melhor Vídeo Oficial
    • Vencedores
      • Måneskin: Zitti e buoni (Itália)
    • Segundos classificados
      • Daði og Gagnamagnið: 10 Years (Islândia)
    • Outros nomeados
      • Go_A: Shum (Ucrânia)
      • Jendrik: I Don’t Feel Hate (Alemanha)
      • Natalia Gordienko: Sugar (Moldávia)

 

  • Momento do Ano
    • Vencedor
      • Quatro zero pontos do público seguidos (Alemanha, Espanha, Países Baixos e Reino Unido)
    • Segundo classificado
      • “Rock N Roll Never Dies!” – frase de Damiano David, dos Måneskin, após a vitória
    • Outros nomeados
      • Daði og Gagnamagnið (Islândia) continuam em competição após caso da Covid-19
      • Flo Rida em palco com Senhit por São Marino
      • Reação de James Newman após ter ficado sem pontos

 

  • Palco Mais Inovador
    • Vencedores
      • Go_A: Shum (Ucrânia)
    • Segunda classificada
      • Barbara Pravi: Voilà (França)
    • Outros nomeados
      • Elena Tsagrinou: El Diablo (Chipre)
      • Gjon’s Tears: Tout l’Univers (Suíça)
      • Stefania: Last Dance (Grécia)
Partilhar o artigo: