Eurovisão 2021 à Vista: O perfil da Austrália e de Montaigne

Eurovisão 2021 à Vista: O perfil da Austrália e de Montaigne

08/04/2021 0 Por Bernardo Matias

Em mais um artigo da série Eurovisão 2021 à Vista, na antecipação ao Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2021, apresentamos a Austrália e Montaigne, e ainda a canção a concurso Technicolour. O país vai entrar em ação na primeira semifinal, a 18 de maio.

 

Austrália na Eurovisão

Contabilizando apenas seis participações (sete, considerando a que teria feito na edição cancelada de 2020), a Austrália é o «benjamim» no que toca aos países a concurso no ESC. A emissora SBS é a a encarregue.

Depois de presenças nos espetáculos de 2013 num vídeo pré-gravado e de 2014 (aqui como interval act), a estreia australiana deu-se em 2015 por convite, apesar de a SBS não ser membro pleno da União Europeia de Radiodifusão (EBU). A participação continua, até hoje, a decorrer com um acordo distinto, que já foi renovado até 2023.

A estreia de 2015 terminou logo com um respeitável quinto lugar com Tonight Again de Guy Sebastian. Presença habitual no top dez, que falhou apenas em 2018, a Austrália contabiliza como melhor resultado o segundo lugar de Dami Im e Sound of Silence em 2016. Nesse ano, ganhou mesmo a sua segunda semifinal, feito repetido por Kate Miller-Heidke com Zero Gravity em 2019. No entanto, nessa edição o resultado da final foi o nono lugar.

A Austrália tornou-se no segundo país fora da região Eurásia a competir no ESC, depois de Marrocos em 1980. Apesar da distância geográfica (e da diferença horária), o país tem uma grande comunidade de seguidores ao ponto de a SBS transmitir em direto anualmente o certame desde 1983.

A Suécia foi quem mais pontos recebeu da Austrália: 104 entre semifinais e finais e 56 só nas finais. Em sentido inverso, a Suécia foi o país que mais pontuou as participações australianas na final (65 pontos), mas a Polónia lidera a lista no somatório das semifinais e finais com 115 pontos atribuídos à Austrália.

(Continua após o vídeo)

 

 

A representante e a canção: Montaigne e Technicolour

Numa seleção interna, a emissora SBS reconduziu Montaigne depois do cancelamento do ESC 2020, uma vez que tinha sido eleita em seleção nacional no ano passado. O tema, igualmente selecionado internamente, é Technicolour.

Com 25 anos de idade, Montaigne tem uma carreira de cerca de sete anos, iniciada em 2014. Nascida Jessica Alyssa Cerro, adotou o nome artístico Montaigne em 2013 inspirada pelo filósofo Michel de Montaigne. O seu EP de estreia surgiu em 2014, depois de concluir os estudos. Antes disso, tinha assinado com a editora Albert Music em 2012.

Montaigne lançou o single de estreia em 2014, I Am Not an End, sendo que em 2016 lançou o álbum de estreia Glorious Heights que lhe valeria no mesmo ano o ARIA Music Award de Revelação do Ano.

(Continua após o vídeo)

 

Depois de novo sucesso com o segundo álbum, Complex, em 2019, foi selecionada para participar na seleção da Austrália para o ESC 2020 com o tema Don’t Break Me. Foi a vencedora, mas com o cancelamento do ESC devido à pandemia não chegou a poder subir ao palco eurovisivo. Pode fazê-lo em maio próximo.

Este ano, Montaigne propõe a canção Technicolour. É um tema ritmado, que se pode definir como Hyper Pop, Art Pop e Experimental Pop. A sua letra inspirativa vale a descrição como um hino de auto-capacitação.

 

Perfil do país (Austrália)

Emissora responsável: SBS
Chefe de delegação: Josh Martin
Estreia: 2015; Guy Sebastian – Tonight Again (resultado: quinto lugar)
Participações anteriores: 5
Melhor resultado: Segundo lugar em 2016 (Dami In – The Sound of Silence)
Pior resultado: 20.º lugar em 2018 (Jessica Mauboy – We Got Love)
Concurso de seleção nacional: Seleção interna
Representante em 2021: Montaigne – Technicolour
Semifinal em 2021: 5.ª a atuar na primeira semifinal (18 de maio)

 

Perfil da representante (Montaigne)

Nome: Jessica Alyssa Cerro (nome artístico: Montaigne)
Idade: 25 anos (nascida a 14 de agosto de 1995)
Nacionalidade: Australiana
Início de carreira: 2014
Álbuns de estúdio: Dois (primeiro: Glorious Heights em 2014)
Géneros: Art Pop
Outras notas: Nomeada para diversos prémios na Austrália, vencendo o ARIA Music Awards de Revelação do Ano em 2016

 

Perfil da canção (Technicolour)

Título: Technicolour
Género: Art Pop, Experimental Pop, HyperPop
Idioma: Inglês
Intérprete: Montaigne
Letra e música: Jessica Cerro, Dave Hammer
Produção: Dave Hammer

Partilhar o artigo: