Eurovisão Júnior 2021 ao detalhe
Fonte da imagem: Twitter @EurovisionF2

Eurovisão Júnior 2021 ao detalhe

Dados gerais

  • Emissora anfitriã: France Télévisions
  • Local: La Seine Musicale, Paris (França)
  • Data: 19 de dezembro
  • Apresentadores: Élodie Gossuin, Olivier Minne e Carla
  • Supervisor executivo: Martin Österdahl
  • Produção executiva: Alexandra Redde-Amiel
  • Slogan: Imagine
  • Países concorrentes: 19
    • Regressos: Albânia, Arménia, Azerbaijão, Bulgária, Irlanda, Itália, Macedónia do Norte e Portugal
    • Saída: Bielorrússia
  • Vencedora: Arménia/Maléna – Qami Qami (224 pontos)
  • Resultado de Portugal: 11.º lugar/Simão Oliveira – O Rapaz (101 pontos)

 

Atuações convidadas

 

Participações e resultados

Depois das muitas baixas devido à pandemia em 2020, o JESC volta a ficar perto de bater o recorde de participantes em 2021. Isto foi possível graças ao regresso de oito países (Albânia, Arménia, Azerbaijão, Bulgária, Irlanda, Itália, Macedónia do Norte e Portugal). A Bielorrússia saiu, devido à suspensão da sua emissora BRTC pela União Europeia de Radiodifusão.

A vitória sorriu à Arménia pela segunda vez na história, com Maléna e o tema Qami Qami. Somou um total de 224 pontos: 109 atribuídos pelo público (a mais votada pelos espectadores) e 115 dados pelo júri – votação na qual ficou em terceiro lugar atrás de França e de Polónia.

Portugal ficou na 11.ª posição, naquele que é o melhor resultado nacional de sempre. Com a canção O RapazSimão Oliveira destacou-se com a terceira votação mais alta do público (92 pontos), mas recebeu apenas nove pontos dos júris.

 

Classificação final

1.º Arménia/Maléna: Qami Qami – 224 pontos

2.º Polónia/Sara James – Somebody – 218 pontos
3.º França/Enzo Hilaire: Tic Tac – 187 pontos
4.º Geórgia/Nikoloz Kajaia: Let’s Count The Smiles – 163 pontos
5.º Azerbaijão/Sona Azizova – One Of Those Days – 151 pontos
6.º Ucrânia/Olena Usenko: Vazhil – 125 pontos
7.º Rússia/Tanya Mezhentseva: Mon Ami – 124 pontos
8.º Cazaquistão/Alinur Khamzin e Beknur Zhanibek: Ertegi Älemi – 121 pontos
9.º Macedónia do Norte/Dajte Muzika: Green Forces – 114 pontos
10.º Itália/Elisabetta Lizza: Speccio (Mirror On The Wall) – 107 pontos
11.º Portugal/Simão Oliveira: O Rapaz – 101 pontos
12.º Malta/Ike & Kaia: My Home – 97 pontos
13.º Sérvia/Jovana e Dunja: Children’s Eyes – 86 pontos
14.º Albânia/Anna Gjebrea: Stand By You – 84 pontos
15.º Espanha/Levi Diáz: Reír – 77 pontos
16.º Bulgária/Denislava e Martin: Voice Of Love – 77 pontos
17.º Alemanha /Pauline: Imagine Us – 61 pontos
18.º Irlanda/Maiú Levi Lawlor: Saor – 44 pontos
19.º Países Baixos/Ayana: Mata Sugu Aō Ne – 43 pontos

Votação do júri

1.º França/Enzo Hilaire: Tic Tac – 120 pontos
2.º Polónia/Sara James – Somebody – 116 pontos
3.º Arménia/Maléna: Qami Qami – 115 pontos
4.º Azerbaijão/Sona Azizova – One Of Those Days –109 pontos
5.º Geórgia/Nikoloz Kajaia: Let’s Count The Smiles – 104 pontos
6.º Rússia/Tanya Mezhentseva: Mon Ami – 74 pontos
7.º Cazaquistão/Alinur Khamzin e Beknur Zhanibek: Ertegi Älemi – 64 pontos
8.º Ucrânia/Olena Usenko: Vazhil – 62 pontos
9.º Itália/Elisabetta Lizza: Speccio (Mirror On The Wall) – 60 pontos
10.º Macedónia do Norte/Dajte Muzika: Green Forces – 55 pontos
11.º Malta/Ike & Kaia: My Home – 47 pontos
12.º Albânia/Anna Gjebrea: Stand By You – 45 pontos
13.º Bulgária/Denislava e Martin: Voice Of Love – 39 pontos
14.º Espanha/Levi Diáz: Reír – 30 pontos
15.º Sérvia/Jovana e Dunja: Children’s Eyes – 24 pontos
16.º Alemanha /Pauline: Imagine Us – 15 pontos
17.º Países Baixos/Ayana: Mata Sugu Aō Ne – 9 pontos
18.º Portugal/Simão Oliveira: O Rapaz – 9 pontos
19.º Irlanda/Maiú Levi Lawlor: Saor – 5 pontos

 

Votação do público

1.º Arménia/Maléna: Qami Qami – 109 pontos
2.º Polónia/Sara James – Somebody – 102 pontos
3.º Portugal/Simão Oliveira: O Rapaz – 92 pontos
4.º França/Enzo Hilaire: Tic Tac – 67 pontos
5.º Ucrânia/Olena Usenko: Vazhil – 63 pontos
6.º Sérvia/Jovana e Dunja: Children’s Eyes – 62 pontos
7.º Geórgia/Nikoloz Kajaia: Let’s Count The Smiles – 59 pontos
8.º Macedónia do Norte/Dajte Muzika: Green Forces – 59 pontos
9.º Cazaquistão/Alinur Khamzin e Beknur Zhanibek: Ertegi Älemi – 57 pontos
10.º Rússia/Tanya Mezhentseva: Mon Ami – 50 pontos
11.º Malta/Ike & Kaia: My Home – 50 pontos
12.º Espanha/Levi Diáz: Reír – 47 pontos
13.º Itália/Elisabetta Lizza: Speccio (Mirror On The Wall) – 47 pontos
14.º Alemanha /Pauline: Imagine Us – 46 pontos
15.º Azerbaijão/Sona Azizova – One Of Those Days – 42 pontos
16.º Irlanda/Maiú Levi Lawlor: Saor – 39 pontos
17.º Albânia/Anna Gjebrea: Stand By You – 39 pontos
18.º Bulgária/Denislava e Martin: Voice Of Love – 38 pontos
19.º Países Baixos/Ayana: Mata Sugu Aō Ne – 34 pontos

 

Anfitriões e identidade

O JESC 2021 realizou-se em Paris. França recebeu o certame pela primeira vez na história, depois da vitória histórica de Valentina e J’Imagine em 2020. O local escolhido foi a La Seine Musicale, uma sala de concertos com 6.000 lugares na Île Seguin, bem no meio do Rio Sena.

Sendo a 19 de dezembro, foi a data mais tardia de sempre de uma edição do JESC, e a primeira desde 2012 que se realizou no último mês do ano. A emissora anfitriã, a France Télévisions, apostou em «Imagine» como o slogan oficial, inspirado na canção vencedora do ano passado e num incentivo à criatividade das crianças na perseguição dos seus sonhos. Já a identidade visual foi inspirada pela imaginação, Paris e pelo Natal, que é poucos dias depois do evento.

A produtora-executiva foi Alexandra Redde-Amiel, diretora de entretenimento e variedades na France TV e chefe de delegação de França, enquanto que Martin Österdahl voltou a ser o supervisor-executivo da EBU – cargo ao qual chegou em meados de 2020 substituindo Jon Ola Sand.

Para França, foi a primeira vez a receber um evento Eurovisão desde o Eurovisão Jovens Dançarinos 1999, enquanto que Paris já não acolhia um acontecimento eurovisivo desde que em 1989 foi sede do Eurovisão Jovens Dançarinos.

Élodie Gossuin, Olivier Minne e Carla foram os apresentadores. Élodie Gossuin é apresentadora de rádio e televisão em França, enquanto que Olivier Minne é um ator e apresentador televisivo franco-belga. Já Carla estreia-se na apresentação de grandes espetáculos dois anos depois de levar a França ao quinto lugar do JESC 2019 com o tema Bim Bam Toi.

(Última atualização: 20 de dezembro de 2021)