Exclusão da Bielorrússia do ESC 2021 é censura, diz ministro dos Negócios Estrangeiros russos
Créditos da imagem: jorono/Pixabay

Exclusão da Bielorrússia do ESC 2021 é censura, diz ministro dos Negócios Estrangeiros russos

02/04/2021 0 Por Bernardo Matias

Rússia veio defender a Bielorrússia depois da exclusão do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2021. Em causa, estiveram as letras das canções propostas, que infringiram as regras que ditam que não pode usar-se o certame como um instrumento político. Os temas em causa criticavam a oposição ao regime bielorrusso liderado por Alexander Lukashenko.

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, disse à emissora BTRC que vê este caso como censura por parte da União Europeia de Radiodifusão (EBU), sustentando até que no passado já houve canções políticas:

– A atitude do Festival Eurovisão da Canção para com os bielorrussos é repugnante. Isto é censura pura. Que tipo de arte é isto, que tipo de cultura é isto, que tipo de democracia é isto? Houve muitas composições composições com conteúdo político na Eurovisão, incluindo o hino da Revolução Laranja ou a canção sobre a deportação dos tártaros da Crimeia”.

O governante disse ainda: “É até surpreendente que uma canção bielorrussa inofensiva sobre uma harmónica tenha sido levado tão a sério. Um linguista esteve envolvido na pesquisa de significados escondidos. Mas, em última instância, eles não conseguiram dizer que palavras da canção estão relacionadas com a política”.

Partilhar o artigo: