JESC JESC 2020

França reage a alegações sobre playback no JESC: “Valentina canta ao vivo, não há discussão”

França reage a alegações sobre playback no JESC: “Valentina canta ao vivo, não há discussão” Créditos da imagem: Nathalie Guyon

O Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) 2020 com atuações pré-gravadas não evitou polémicas devido a pretenso playback, incluindo da atuação da vencedora Valentina, de França. Acusações das quais a emissora France Télévisions e os representantes da artista já se defenderam.

Nas redes sociais da cantora, pode ler-se: “Bem, tenho de dizer que estou satisfeita por pensarem que foi playback, significa que não conseguiram ouvir o stress na minha voz”.
(Continua após o ‘tweet’)

Ao site 20minutes.fr, a chefe de delegação de França, Alexandra Redde-Amiel, refutou as acusações, salientando que existiram orientações e verificações ao que foi feito:

Tínhamos o que se chamam pautas, ou seja, uma carta muito clara a dizer o que fazer. Não é por termos gravado a atuação em cada um dos países que as coisas foram diferentes. Trataram-nos todos da mesma forma com estes documentos que indicavam o número de câmaras, a forma do cenário, a forma dos ecrãs, quando se ia realizar a atuação, quantas vezes poderíamos regravar a canção… tudo era em direto. Tudo foi verificado na Polónia. A Valentina canta ao vivo, não há discussão e tem uma voz absolutamente bonita”.

Partilhar o artigo:
Sobre o autor

Bernardo Matias

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *