Gravações live-on-tape serão exigidas para a Eurovisão 2022
Créditos da imagem: NPO/NOS/AVROTROS Nathan Reinds

Gravações live-on-tape serão exigidas para a Eurovisão 2022

30/11/2021 0 Por Bernardo Matias

A evolução da pandemia continua incerta e as gravações live-on-tape das atuações serão de novo requeridas para o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2022.

Este ano, tratou-se de uma solução de reserva caso os artistas não pudessem deslocar-se a Roterdão. Acabou por ser necessária apenas a da Austrália, com Montaigne a não ter a possibilidade de viajar devido às fortes restrições naquele país.

Agora, segundo a OGAE Grécia, as gravações live-on-tape serão de novo necessárias em 2022. As delegações já terão sido informadas, mas este continua a ser um plano de recurso extremo – caso não seja possível rumar a Turim.

De recordar que no Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) 2021 ninguém fez gravações live-on-tape. Se algum dos concorrentes não puder atuar em Paris ao vivo será usada ou a gravação do ensaio, ou o videoclip oficial da canção.

Partilhar o artigo: