Ilse DeLange criticou duramente produção do ESC pelo ‘staging’ da Holanda
Créditos da imagem: Thomas Hanses

Ilse DeLange criticou duramente produção do ESC pelo ‘staging’ da Holanda

13/05/2019 0 Por Bernardo Matias

Fortes críticas de Ilse DeLange às equipas de produção do Festival Eurovisão da Canção (ESC) que tomam conta da encenação de Arcade, a proposta da Holanda cantada por Duncan Laurence. Desde a ideia enviada longe de ser correspondida até à iluminação, muitos aspetos foram apontados pela artista que integra a delegação holandesa.

Em declarações à estação televisiva holandesa NOS, Ilse DeLange não poupou nas críticas, começando por afirmar que logo o primeiro ensaio teve uma encenação muito longe do que se desejaria: “Esperas que no primeiro ensaio estejas pelo menos com 80 por cento do resultado final, e esteve muito abaixo disso”.

De seguida, a participante de 2014 integrada nos The Common Linnets salientou um aspeto fulcral no conceito da Holanda: “Para nós, uma coisa que era muito importante, nada deve distrair da canção. Queremos que seja muito escuro e que na verdade não se veja nenhuma forma, nem mesmo o palco fantástico que construíram”.

Quanto à iluminação, a delegação holandesa encomendou a uma empresa belga, sendo transportada para Israel a tempo de um ensaio técnico realizado ontem, domingo. Mas no primeiro ensaio, este aspeto deixou muito a desejar, revelou Ilse DeLange: “Parecia-nos como uma bola de plástico branca, que também estava presa no local errado”.

Partilhar o artigo: