Islandeses Daði & Gagnamagnið ganharam De Eurovisa; Portugal em último
Imagem: Captura de ecrã RÚV

Islandeses Daði & Gagnamagnið ganharam De Eurovisa; Portugal em último

08/05/2020 0 Por Bernardo Matias

Chegou ao fim com vitória da Islândia o De Eurovisa deste ano. No último episódio, emitido esta quinta-feira pela Yle, ninguém conseguiu ultrapassar Daði & Gagnamagnið pontualmente no programa de antevisão do Festival Eurovisão da Canção (ESC) habitualmente emitido na Finlândia.

Jeangu Macrooy e o tema Grow, apostas dos Países Baixos para 2020, foram os mais pontuados deste último episódio. Porém, os 28 pontos não foram suficientes para destronar Daði & Gagnamagnið com Think About Things: os representantes islandeses somaram 30 pontos, o máximo possível.

Também ficou consumado o último lugar de Portugal. Medo de Sentir, de Elisa, foi a canção que menos convenceu os jurados finlandeses, com apenas quatro pontos somados.

 

Resultados do sexto episódio

1.º Países Baixos, Grow – Jeangu Macrooy: 28 pontos (10 + 9 + 9)
2.º Alemanha, Violent Thing – Ben Dolic: 23 pontos (9 + 6 + 8)
3.º Reino Unido, My Last Breath – James Newman: 23 pontos (7 + 8 + 8)
4.º Itália, Fai Rumore – Diodato: 22 pontos (8 + 10 + 4)
5.º Espanha, Universo – Blas Cantó: 15 pontos (6 + 4 + 5)
6.º França, Mon Aliiée (The Best in Me) – Tom Leeb: 6 pontos (3 + 2 + 1)

 

Classificação geral final

1.º Islândia, Think About Things – Daði & Gagnamagnið: 30 pontos
2.º Bulgária, Tears Getting Sober – Victoria: 28 pontos
3.º Países Baixos, Grow – Jeangu Macrooy: 28 pontos
4.º Finlândia, Looking Back – Aksel: 27 pontos
5.º Ucrânia, Solovey – Go_A: 26 pontos
6.º Lituânia, On Fire – The Roop: 26 pontos
7.º Dinamarca, Yes – Ben & Tan: 26 pontos
8.º Rússia, Uno – Little Big: 25 pontos
9.º República da Irlanda, Story of my Life – Lesley Roy: 24 pontos
10.º Alemanha, Violent Thing – Ben Dolic: 23 pontos
11.º Austrália, Don’t Break Me – Montaigne: 23 pontos
12.º Reino Unido, My Last Breath – James Newman: 23 pontos
13.º Roménia, Alcohol You – Roxen: 23 pontos
14.º Bélgica, Release Me – Hooverphonic: 22 pontos
15.º Itália, Fai Rumore – Diodato: 22 pontos
16.º Albânia, Fall From The Sky – Arilena Ara: 22 pontos
17.º Polónia, Empires – Alicja: 22 pontos
18.º Áustria, Alive – Victor Bueno: 21 pontos
19.º Suíça, Répondez-moi – Gjon’s Tears: 21 pontos
20.º Macedónia do Norte, You – Vasil: 21 pontos
21.º São Marino, Freaky! – Senhit: 20 pontos
22.º Arménia, Chains on You – Athena Manoukian: 19 pontos
23.º Suécia, Move – The Mamas: 19 pontos
24.º Moldávia, Prison – Natalia Gordienko: 17 pontos
25.º Noruega, Attention – Ulrikke Brandstorp: 16 pontos
26.º Malta, All of my Love – Destiny Chukunyere: 16 pontos
27.º Estónia, What Love Is – Uku Suviste: 16 pontos
28.º Espanha, Universo – Blas Cantó: 15 pontos
29.º Croácia, Divlji Vjetre – Damir Kedžo: 14 pontos
30.º Grécia, Superg!rl – Stefania: 12 pontos
31.º Letónia, Still Breathing – Samanta Tīna: 11 pontos
32.º Bielorrússia, Da vidna – VAL: 11 pontos
33.º Sérvia, Hasta la Vista – Hurricane: 11 pontos
34.º Azerbaijão, Cleopatra – Efendi: 11 pontos
35.º Eslovénia, Voda – Ana Soklič: 11 pontos
36.º Geórgia, Take Me as I Am – Tornike Kipiani: 11 pontos
37.º República Checa, Kemama – Benny Cristo: 9 pontos
38.º Chipre, Running – Sandro: 9 pontos
39.º Israel, Feker Libi – Eden Alene: 8 pontos
40.º França, Mon Aliiée (The Best in Me) – Tom Leeb: 6 pontos
41.º Portugal, Medo de Sentir – Elisa: 4 pontos

Partilhar o artigo: