João Reis Moreira: “O Conan transforma ruínas caóticas em cidades amplas”
Créditos da imagem: RTP-Pedro Pina

João Reis Moreira: “O Conan transforma ruínas caóticas em cidades amplas”

18/03/2019 0 Por Bernardo Matias

João Reis Moreira, bailarino que acompanha habitualmente Conan Osíris, partilhou nas redes sociais um texto em jeito de agradecimento depois da sua participação no Festival RTP da Canção, na qual não deixa de falar do próprio cantor que acompanhou.

Na publicação de Instagram, pode ler-se: “Uma vez tive de fazer uma caminhada de 16 dias mesmo diferente de todas as outras que já tinha feito. No caminho levei com merda na cara, murros no peito, cortes nas pernas, sem me conseguir defender, mas também recebi amor, flores e lágrimas de sítios que nem sabia que existiam. […]. No fim dos 16 dias o que ficou no meu corpo foi o cheiro das flores, o sal das lágrimas, a saliva e o sangue dos beijos. Fica a memória e a perspectiva de mudança daquilo que precisa de mudar. Fica a sensação e verdade da união e da construção bem mais forte que a memória da destruição”.

No agradecimento, o bailarino de Conan Osíris rematou: “Fica um Obrigado mesmo grande. A todos aqueles que fizeram parte do Festival da Canção 2019 e que fizeram de uma suposta competição, uma concreta cooperação, a todas as pessoas que viram importância, urgência, beleza e verdade naquele programa de TV, o gigante obrigado à equipa Conan Osiris que nasceu há um ano mas parece que me viu nascer, e o maior obrigado ao Conan que transforma ruínas caóticas em cidades amplas e plenas e abre portas de divisões isoladas para fazer uma casa com bué espaço”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma vez tive de fazer uma caminhada de 16 dias mesmo diferente de todas as outras que já tinha feito. No caminho levei com merda na cara murros no peito cortes nas pernas sem me conseguir defender mas também recebi amor flores e lágrimas de sítios que nem sabia que existiam, recebi-as em forma de poder resultado de uma potência que eu próprio criei e que eu próprio represento e vi começar-se um ciclo de força representação e união muito maior que eu , então o amor as flores e as lágrimas passaram de agua fria e compressa para as feridas a água fria e um campo de algodão para o corpo todo se eu quiser. No fim dos 16 dias o que ficou no meu corpo foi o cheiro das flores o sal das lágrimas a saliva e o sangue dos beijos. Fica a memória e a perspectiva de mudança daquilo que precisa de mudar Fica a sensação e verdade da união e da construção bem mais forte que a memória da destruição. Fica um Obrigado mesmo grande. A todos aqueles que fizeram parte do festival da canção 2019 e que fizeram de uma suposta competição, uma concreta cooperação, a todas as pessoas que viram importância, urgência, beleza e verdade naquele programa de TV, o gigante obrigado à equipa Conan Osiris que nasceu há um ano mas parece que me viu nascer, e o maior obrigado ao Conan que transforma ruínas caóticas em cidades amplas e plenas e abre portas de divisões isoladas para fazer uma casa com bue espaço. 🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹 Styling e amor @ruben_o_stylist e @sreyaemocional Amor e proteção da mais brava @bravoraquell e tios @luis_viegas_ao_sul e @felicia_cristo_silva E a melhor coisa que já vesti desenhada plo @_luis.carvalho_ A máscara e as garras da mais sweet @adrianaribeirojewelry

Uma publicação partilhada por João, Pedro, Lourenço (@joao.reis.moreira) a

Partilhar o artigo: