Júlio Isidro: “Conan Osíris tem toda a legitimidade de estar no ESC; agora, não faço a mínima ideia do que é que vai acontecer”
Créditos da imagem: João Pedro Correia

Júlio Isidro: “Conan Osíris tem toda a legitimidade de estar no ESC; agora, não faço a mínima ideia do que é que vai acontecer”

15/03/2019 0 Por Bernardo Matias

Figura incontornável da televisão portuguesa e do Festival RTP da Canção, Júlio Isidro sustenta que atualmente o Festival Eurovisão da Canção (ESC) vai para além de ser um festival de canções. O presidente do júri das semifinais do certame da RTP considera também que Conan Osíris, com o tema Telemóveis, tem toda a legitimidade de estar no ESC.

Numa entrevista ao Fama ao Minuto, o veterano profissional falou do representante de Portugal na Eurovisão 2019. Na sua opinião, Conan Osíris tem a legitimidade de participar, mas não se arrisca a fazer prognósticos acerca do que irá suceder em Tel Aviv no mês de maio:

– Ele tem toda a legitimidade em estar na Eurovisão. Agora, com as nuances todas da história da Eurovisão, não faço a mínima ideia do que é que vai acontecer. Se um dia, há dois anos, surpreendentemente, aparece um menino com um ar muito enfiado, até frágil, porque estava muito doente, a cantar uma bela melodia e ganha, a seguir ganha uma senhora com uma canção que fala de galinhas e não sei o quê. A história da Eurovisão está cheia destas contradições”.

Num espetro mais alargado, Júlio Isidro também manifestou a sua posição acerca da era atual do ESC: “A Eurovisão já está muito além de um festival de canções. As canções têm de ser feitas todos os dias em Portugal pelos cantores e compositores e devem ser divulgadas nas rádios e na televisão. É isso que eu penso”.

Partilhar o artigo: