Macedónia do Norte trabalha para melhorar resultados na Eurovisão
Créditos da imagem: EBU / Nathan Reinds

Macedónia do Norte trabalha para melhorar resultados na Eurovisão

03/07/2022 0 Por Bernardo Matias

Para além do sétimo lugar de 2019 e outras poucas exceções, a Macedónia do Norte raramente tem conseguido bons resultados no Festival Eurovisão da Canção (ESC). Mas a emissora pública do país está determinada em inverter a tendência e melhorar as classificações.

De acordo com o site escplus.es, a chefe de delegação macedónia, Meri Popova, apresentou um relatório ao pormenor para melhorar os resultados, a pedido da direção de programação da MRT. No documento são enunciados diversos aspetos por tópicos no sentido de fazer a Macedónia do Norte conseguir classificações mais fortes.

Desde logo, salienta que é essencial ter uma estratégia de longo termo e clara, com preparação atempada incluindo uma decisão cedo acerca do método de seleção e do grupo de trabalho encarregue de trabalhar na participação. Por outro lado, considera-se necessário aumentar a delegação, de modo a dotá-la de mais profissionais que possam ter uma dedicação maior ao ESC e dotar o grupo de maior estabilidade.

Como é natural, para este tipo de medidas, Meri Popova considera fulcral aumentar o orçamento da MRT para o ESC, garantindo também uma estabilidade ao nível económico… rentabilizando também ao nível de marketing e promoção com planos adequados e otimizados de forma a colher os benefícios económicos da presença no ESC. Além disso, entende-se que deve ser implementado um comité de relações públicas que coordene os preparativos entre os diferentes envolvidos.

É bom dizer que esta análise não terá sido consensual na direção de programas da MRT, havendo quem a considere insuficiente, mas, no geral, houve uma boa receção. Porém, também se entende que não há total objetividade na análise de Meri Popova às participações da Macedónia do Norte no ESC, tendo sido solicitado um segundo relatório elaborado pela direção da emissora acerca do funcionamento da delegação eurovisiva com uma visão externa.

Partilhar o artigo: