MARO: “Foram duas semanas que souberam a um campo de férias”
Créditos da imagem: EBU/Sarah Louise Bennett

MARO: “Foram duas semanas que souberam a um campo de férias”

18/05/2022 0 Por Bernardo Matias

Esta quarta-feira, MARO esteve na antena da RTP, no rescaldo da sua participação no Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2022, onde levou Portugal ao nono lugar com o tema saudade, saudade.

No programa A Nossa Tarde, da RTP, a cantora descreveu sucintamente a sua participação no certame: “Foi incrível! Foi mesmo, mesmo incrível: não só a experiência toda, mas também a parte gira de perceber que a produção da RTP é top e virou família e foram duas semanas que souberam a um campo de férias e ninguém queria ir embora! Essa parte foi muito gira”.

Sobre as sensações antes de começar a atuar, MARO revelou que apesar de ser algo intimidante, estar “Antes de entrar, havia sempre aquele nervosismo. Mas, no meu caso, era muito mais fácil. Chegava, estava nervosa, mas, no segundo em que começa e tenho cinco pessoas que posso chamar de família, imediatamente penso: «Calma, estou a cantar com elas». Fica  mais fácil. Mas é intimidante”.

Quanto a quem escolheria como vencedor caso não estivesse a concurso, a artista lusa retorquiu: “Havia muitas canções boas, fortes. Acho que a Grécia estava muito forte – acho que a Grécia estava muito forte, só porque nós vimos vários ensaios dela e era sempre igual; não falhava uma, parecia um robot no bom sentido, perfeito do início ao fim. Mas muita gente. Adorámos a da Sérvia… mas isso também tem muito a ver com conhecermos as pessoas por trás e foram todas pessoas muito especiais de conhecer. A da Suécia, os italianos… os ucranianos; fiquei super feliz quando eles ganharam. […]. Qualquer um podia ter saído vencedor e eu ia ter adorado. Houve uns que nós, no início, nem conhecíamos bem: por exemplo, o do Azerbaijão, e de repente quando o vimos ao vivo, «wow, ele é incrível»! E nós fomos sempre sendo surpreendidas em níveis diferentes e não sei se teria um vencedor. Acho que todos têm coisas muito especiais, e se calhar ver ao vivo tornou ainda mais difícil essa escolha”.

Partilhar o artigo: