Martin Österdahl: “Organizar o JESC é um bom exercício para quem queira organizar o ESC”
Imagem: e-FestivalPT

Martin Österdahl: “Organizar o JESC é um bom exercício para quem queira organizar o ESC”

25/06/2021 0 Por Bernardo Matias

Este ano, o Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) decorrerá em França, mais concretamente em Paris. É mais um evento organizado em tempos de pandemia, algo que os responsáveis consideram um desafio, mas também uma boa experiência.

Durante as conferências de imprensa de maio passado, em resposta a uma pergunta enviada pelo e-FestivalPT, Alexandra Redde-Amiel, diretora de entretenimento e variedades da France Télévisions, admitiu que está a ser um desafio tratar da organização do certame: “É um pouco desafiador e temos muita energia e queremos fazer um espetáculo bonito e incrível. Por isso estamos muito felizes por trabalhar com a EBU e será um bonito espetáculo”.

Da parte da União Europeia de Radiodifusão (EBU), o supervisor executivo Martin Österdahl falou da complexidade que acarreta esta organização, mas disse que também é uma boa experiência até para quem no futuro queira organizar o Festival Eurovisão da Canção (ESC):

É complexo organizar o Júnior e é um bom exercício para quem eventualmente queira ganhar e organizar a Eurovisão ter essa experiência. É também bom para nós, na EBU, termos a experiência de fazer o Júnior em Varsóvia, Polónia, durante uma fase muito difícil da pandemia. Também nos ajudou a preparar para Roterdão”.

Partilhar o artigo: