Road to Eurovision’19: O perfil da Hungria e de Joci Pápai
Créditos da imagem: RGY23/Pixabay

Road to Eurovision’19: O perfil da Hungria e de Joci Pápai

02/05/2019 0 Por Bernardo Matias

Um dos vários países que se estreou na década de 1990 no Festival Eurovisão da Canção (ESC) depois da queda do bloco soviético foi a Hungria. E é o próximo em que incide o Road to Eurovision’19, a nossa rubrica de apresentação de cada país e intérprete a concurso na edição de 2019. A Hungria é representada por Joci Pápai com Az én apám.

Em 1993, aconteceu a primeira tentativa da Hungria participar, mas acabou eliminada na pré-seleção entre os vários países de leste que procuraram entrar nesse ano. Mas em 1994, sem quaisquer pré-qualificações, aconteceu finalmente a participação húngara e logo com o melhor resultado até hoje: a canção foi Kinek mondjam el vétkeimet? e a intérprete Friderika Bayer.

Apesar da entrada fulgurante, a Hungria não tem conseguido marcar posição no ESC. Em 1996 voltou a cair na pré-qualificação, entre 1999 e 2004 não participou, bem como em 2006 e 2010. Curiosamente, de 2011 em diante, tem sido totalista de finais, embora apenas tenha terminado por três vezes no top dez sendo de destacar o quinto lugar de 2014 graças ao tema Running de András Kállay-Saunders.

A participação húngara é da responsabilidade da emissora MTVA. Ao longo dos anos, a Holanda foi o país mais pontuado pela Hungria (110 pontos entre semifinais e finais), ao passo que quem mais pontos deu às propostas magiares foi a Sérvia (138).

Joci Pápai está de regresso à Eurovisão para representar a Hungria pela segunda vez em três anos. Depois do positivo oitavo lugar em 2017, volta à procura de se sair tão bem ou melhor. Aos 37 anos de idade, conta com mais de uma dezena de singles mas apenas com um álbum de estúdio. A sua estreia em público aconteceu no concurso Megasztár em 2005. Em 2019 ganhou o A Dal pela segunda vez e assim defende novamente a Hungria. Agora, a canção é Az én apám, mais uma vez cantada em Húngaro, que é uma balada a meio tempo com elementos de folk húngaro.

Hungria:

  • Estreia: 1994 – Friderika Bayer, Kinek mondjam el vétkeimet? (Resultado: Quarto lugar)
  • Participações anteriores: 18
  • Melhor resultado: Quarto lugar em 1994 (Friderika Bayer, Kinek mondjam el vétkeimet?)
  • Pior resultado: 23.º lugar na pré-qualificação de 1996 (Gjon Delhusa, Fortuna)
  • Concurso de seleção nacional: A Dal
  • Emissora responsável: MTVA
  • Representante em 2019: Joci Pápai, Az én apám

Joci Pápai:

  • Idade: 37 anos (nascido a 22 de setembro de 1981)
  • Nome civil: József Pápai
  • Nacionalidade: Húngara
  • Início de carreira: 2005
  • Singles: 13 (Primeiro: Ne nézz így rám, 2010)
  • Álbuns de estúdio: 1 (Vigaszdíj, 2005)
  • Géneros: Gypsy, Folk Tradicional, Hip Hop, Pop-Rock, Soul, R&B

Az én apám:

  • Género. Folk Húngaro, Folk-pop
  • Idioma: Húngaro
  • Intérprete: Joci Pápai
  • Letra: Ferenc Molnár Caramel
  • Composição: József Pápai, Ferenc Molnár Caramel

Partilhar o artigo: