Road to Eurovision’19: O perfil de França e de Bilal Hassani
Créditos da imagem: Andres Putting

Road to Eurovision’19: O perfil de França e de Bilal Hassani

14/05/2019 0 Por Bernardo Matias

França é um dos países que mais perto esteve de fazer o ‘pleno’ de participações no Festival Eurovisão da Canção (ESC). Entrou logo na primeira edição e só esteve ausente duas vezes, encontrando-se em competição este ano com Bilal Hassani que interpreta o tema Roi.

Em 1956, França foi um dos países fundadores do ESC competindo na edição inaugural com duas canções, como todos os outros: Dany Dauberson interpretou Il est là e Mathé Altéry cantou Le temps perdu. Depois de um segundo lugar em 1957, o país venceu pela primeira vez em 1958 com André Claveau e o tema Dors, mon amour. As primeiras dez participações foram bastante positivas para França, que terminou sempre no top cinco, conquistou outros dois títulos (1960 e 1962) e dois terceiros lugares.

Após um surpreendente 16.º posto em 1966, nova sequência de pódios para França, que culminou com a vitória ex-aequo com outros três países em 1969. A sua representante foi Frida Boccara com o tema Un jour, un enfant. A primeira ausência francesa foi em 1974 por desistência devido ao falecimento do presidente do país na semana do certame. Depois do regresso, houve mais uma série de bons resultados e, em 1977, aconteceu a última vitória até aos dias de hoje. Foi conseguida com Marie Myriam a cantar L’Oiseau et l’Enfant.

Entre os anos 1980 (que incluíram a ausência em 1982) e 1990, França continuou a ser presença regular no top dez, incluindo dois segundos lugares (1990 e 1991, em igualdade pontual com a vencedora Suécia). No entanto, a partir da segunda metade da década de 1990 os resultados gauleses entraram em declínio: desde 1997 contabilizam-se apenas dez top 15 em 20 participações. Ao longo deste período, o melhor que França fez foi o quarto lugar de Natasha St-Pier em 2001, com o tema Je n’ai que mon âme. Ainda assim, houve propostas vencedoras nos Marcel Bezençon Awards, como por exemplo Mercy dos Madame Monsieur que no ano passado foi distinguida com o prémio de imprensa.

Desde 2000 que França integra o grupo dos ‘Big 5’, os maiores contribuidores financeiros para a Eurovisão e que por isso têm presença sempre garantida na final. A emissora responsável pela participação é a France Télévisions. O país mais pontuado de sempre por França foi Portugal com 250 pontos entre semifinais e finais, ao passo que a Suíça foi o que mais pontuou França (181).

Bilal Hassani tem, aos 19 anos, a tarefa de representar França no Festival Eurovisão da Canção (ESC) deste ano. Em 2015, participou no The Voice Kids francês e acabou eliminado na fase das batalhas. Antes de se notabilizar pela música, ganhou reputação como youtuber com milhões de visualizações. Em dezembro do ano passado, Bilal Hassani foi anunciado como um dos 18 participantes no evento de seleção de França para o ESC, o Destination Eurovision, apurando-se para a final com a canção pop Roi lançado no início de janeiro e com a qual acabou por vencer.

França:

  • Estreia: 1956 – Dany Dauberson, Il est là (Resultado: 4.º lugar); Mathé Altéry, Le temps perdu (Resultado: 12.º lugar)
  • Participações anteriores: 61
  • Melhor resultado: Cinco vitórias
    • 1958: André Claveau, Dors, mon amour
    • 1960: Jacqueline Boyer, Tom Pillibi
    • 1962: Isabelle Aubret, Un premier amour
    • 1969: Frida Boccara, Un jour, un enfant
    • 1977: Marie Myriam, L’Oiseau et l’enfant
  • Pior resultado: 26º lugar em 2014 (Twin Twin, Moustache)
  • Concurso de seleção nacional: Destination Eurovision
  • Anfitrião: Três vezes (1959 e 1961: Cannes; 1978: Paris)
  • Emissora responsável: France Télévisions
  • Representante em 2019: Bilal Hassani, Roi

Bilal Hassani:

  • Idade: 19 anos (nascido a 9 de setembro de 1999)
  • Nome civil: Bilal Hassani
  • Nacionalidade: Francesa
  • Início de carreira: 2015
  • Singles: 10 (Primeiro: Wanna Be, 2016)
  • Álbuns de estúdio: 1 (Kingdom, 2019)
  • Géneros: Pop, R&B, EDM

Roi:

  • Géneros: Pop
  • Idiomas: Francês, Inglês
  • Intérprete: Bilal Hassani
  • Letra: Emilie Satt, Jean-Karl Lucas
  • Composição: Emilie Satt, Jean-Karl Lucas

Partilhar o artigo: