Salvador Sobral: “Acho que Conan Osíris tem todos os fatores para ganhar; estou a falar com convicção”
Créditos da imagem: João Pedro Correia

Salvador Sobral: “Acho que Conan Osíris tem todos os fatores para ganhar; estou a falar com convicção”

14/03/2019 0 Por Bernardo Matias

Na opinião de Salvador Sobral, Conan Osíris tem o que é preciso para ganhar o Festival Eurovisão da Canção (ESC). Embora admita que não é o seu estilo de música, o vencedor de 2017 considera que o tema Telemóveis marca pela diferença, o que a seu ver é o que a Eurovisão pede.

No programa Grande Entrevista da RTP3, o jornalista Vítor Gonçalves não deixou de perguntar a Salvador Sobral acerca da representação portuguesa deste ano, e na resposta começou por afirmar: “Desde que cheguei toda a gente me pergunta qual é a minha opinião. Parece que tirei um doutoramento em Festivais da Canção. Acho que ele tem tudo para ganhar, todos os fatores. Porque é super impactante, é o que eles querem: que impacte, que seja muito diferente, e que se distinga. E é isso, ele tem tudo: a música, a maneira como está vestido, acho que ele tem tudo para ganhar. Estou a falar com convicção”.

O artista prosseguiu: “Por exemplo, na Suécia estava a haver o Melodifestivalen, escolheram o representante deles e depois mostrei o que Portugal vai levar porque já sabia que eles iam dizer ‘uau’. É isso eles precisam na Eurovisão, é isso, ‘uau’. No meu caso também era diferente, porque era uma música muito diferente. E eu também ganhei pelo fator diferença. Ele tem o fator diferença. Agora, se houver alguém mais diferente do que ele, não vai ganhar”.

De seguida, Salvador Sobral sustentou que não é a música que costuma interessar mais: “Acho que é só isso. Não é a música que interessa, é a diferença. Não é sobre a música, é sobre o show. É entretenimento. Não nos podemos esquecer que é um programa de televisão, eles mostram as novas tecnologias musicais, ‘olha estas novas luzes’, e é isso que é importante. No meu caso, a diferença é que o importante era a música”.

Por outro lado, o músico admitiu que o estilo de música de Conan Osíris não é aquele que procura para consumir: “Eu não compraria um disco dele, se calhar ele também não ia comprar o meu disco. Não é uma coisa que eu chegasse a casa e ouvisse. […]. Não é o meu estilo”.

Partilhar o artigo: