Ucrânia já se prepara e equaciona três regiões para acolher a Eurovisão 2023
Imagem: Divulgação Kalush Orchestra

Ucrânia já se prepara e equaciona três regiões para acolher a Eurovisão 2023

15/06/2022 0 Por Bernardo Matias

Ucrânia apresentou oficialmente o início dos preparativos para acolher o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2023, estando a considerar três regiões para acolher o evento – isto apesar da situação de guerra no país.

O arranque oficial das preparações aconteceu esta terça-feira com a reunião da organização ucraniana com o Grupo de Referência da União Europeia de Radiodifusão (EBU). No encontro foi considerada a apresentação de medidas de garantia e de preparação, em especial ao nível da segurança, e também possíveis locais.

Neste aspeto particular, a emissora UA:PBC e as autoridades do Estado da Ucrânia equacionam diversas opções de cidade sede “em três regiões diferentes” do país. Também já foi criado, a 10 de junho, um comité organizativo para preparar e executar o ESC 2023 na Ucrânia, tendo sido nomeado pelo Conselho de Ministros.

O ministro da Cultura ucraniano, Oleksandr Tkachenko, afirmou num comunicado: “Ontem submetemos uma apresentação do questionário para acolher a Eurovisão na Ucrânia à União Europeia de Radiodifusão. Dentro de um período de tempo muito curto, a equipa governamental conseguiu dar respostas aprofundadas e extensas. Todos trabalharam de forma muito eficiente e coordenada – desde a emissora pública às autoridades de segurança, ao primeiro-ministro que garantiu com uma carta que todas as obrigações que assumimos serão cumpridas. Demos respostas detalhadas acerca de questões de segurança e outras nuances organizativas, propusemos vários locais. Acreditamos que devemos ter respostas exaustivas, claras e honestas às perguntas, que foi o que fizemos. Entendemos que nas atuais circunstâncias nós e a EBU enfrentamos um desafio de organizar a Eurovisão na Ucrânia. Mas aceitámos este desafio e tenho a certeza que surpreenderemos todos”.

Da parte da emissora UA:PBC, o dirigente Mykola Chernotytskyi falou também deste começo das preparações, referindo: “Todas as medidas relacionadas à segurança têm de ser preparadas e implementadas em cooperação próxima com as autoridades nacionais. Por isso levámos a cabo consultas com o Ministério da Cultura e Política de Informação da Ucrânia, com o Ministro da Administração Interna (Polícia Nacional, Serviço de Emergência Estatal, Guarda Nacional) e com o Ministério da Defesa. Os peritos deles, em conjunto com as unidades de avaliação de risco e de segurança da UA:PBC, prepararam uma visão comum da situação de segurança e das medidas a serem tomadas para acolher a Eurovisão no próximo ano. Agradecemos às autoridades estatais pelo seu envolvimento e prontidão na preparação”.

Partilhar o artigo: