Ucrânia quer Rússia banida da EBU e da Eurovisão 2022
Créditos da imagem: © EBU 2018

Ucrânia quer Rússia banida da EBU e da Eurovisão 2022

24/02/2022 0 Por Bernardo Matias

Esta quinta-feira ficou marcada por ataques e invasão militar da Rússia à Ucrânia, e na sequência das últimas ações do regime de Vladimir Putin a emissora ucraniana Suspilne quer as homólogas russas expulsas da União Europeia de Radiodifusão (EBU).

Numa nota, a emissora pública da Ucrânia “pede à EBU para retirar as emissoras russas da participação no Festival Eurovisão da Canção 2022, em decorrência da violação pela emissora participante em causa do parágrafo (ii) da Secção 2.7 da Parte 1 das Regras da PKE-2022 sobre os Valores da EBU”.

Considera igualmente que a Rússia foi contra o espírito do ESC (de unir a Europa) e a exclusão do certame “seria uma resposta poderosa da comunidade internacional às emissoras públicas [russas] às ações agressivas e ilegais inaceitáveis da Federação Russa”.

Por outro lado, a Suspilne apela a que o Channel 1 e a VDTRK vejam cessado o estatuto de membros da EBU, considerando que “são porta-voz das autoridades do Kremlin e uma ferramenta chave de propaganda política financiada pelo orçamento estatal da Federação Russa” desde a agressão na Crimeia em 2014.

A emissora da Ucrânia defende que as homólogas da Rússia “contradizem a ideia de emissora pública e criam apoio de informação para as atividades legais das autoridades do Kremlin, que colocam em risco a paz na Europa e no mundo

Partilhar o artigo: